[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

segunda-feira, 27 de abril de 2020

Segurança Social vai cruzar dados com Fisco para verificar quebras de faturação dos recibos verdes

Os trabalhadores independentes com uma quebra de faturação de, pelo menos, 40% que peçam o apoio extraordinário vão ver os seus dados cruzados pela Segurança Social e pelo Fisco.

Os trabalhadores independentes que tenham visto a sua faturação recuar consideravelmente face à pandemia de coronavírus podem pedir ao Estado um apoio extraordinário. Por agora, para terem acesso a esta ajuda, precisam apenas uma declaração do próprio e de uma certidão de um contabilista certificado, mas no prazo de um ano a Segurança Social vai cruzar dados com a Autoridade Tributária para verificar essa quebra.
Face aos efeitos do surto de Covid-19 na economia nacional, o Governo lançou uma série de medidas, incluindo um apoio extraordinário para os trabalhadores independentes mais afetados. Em março, esta ajuda abrangeu apenas os “recibos verdes” em paragem total, mas em abril passou a estar disponível também para aqueles que tenham registado uma quebra de, pelo menos, 40% da sua faturação nos 30 dias anteriores ao pedido em comparação com a média mensal dos dois meses precedentes ou com o período homólogo. Ler + (...)

Sem comentários: