[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quinta-feira, 23 de abril de 2020

Vai ser possível cortar o cabelo já no dia 4 de maio? Não é bem assim

Apesar das notícias que davam como certa a reabertura dos cabeleireiros, barbeiros e institutos de beleza já no final deste estado de emergência, as associações do setor lembram que a decisão ainda não foi tomada e alertam para o perigo da desinformação.

"Estamos com saúde e estamos bem. É o mais importante", diz, abalado, Miguel Garcia, presidente de uma das associações que no final da semana passada assinou um documento com o compromisso para a reabertura dos cabeleireiros, barbeiros, manicures, pedicures e institutos de beleza no início de maio.
Todavia, as notícias interpretaram o documento — que ainda não foi validado pelas autoridades — como já sendo certa a data em que passa a ser possível marcar uma ida a estes espaços. Miguel denuncia: "é fake news”.
O presidente da Associação Portuguesa de Barbeiros, Cabeleireiros e Institutos de Beleza (APBCIB) esclarece que "o Governo não deu essa notícia”:  "Estamos constantemente a ser bombardeados e a ouvir dizer que somos 'tolinhos', porque na televisão aparece a dizer que reabrimos no dia 2 de maio”. Ler + (...)

Sem comentários: