[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

sexta-feira, 22 de maio de 2020

Governo recua: a partir de 1 de junho, aviões deixam de ter lotação limitada a dois terços

Aviões vão deixar de ter lotação reduzida, ao contrário do que definia uma portaria de dia 2. Ministério de Pedro Nuno Santos diz que não há orientação internacional para limitar capacidade dos voos.

A partir do dia 1 de junho, o transporte aéreo vai deixar de ter um limite máximo de lotação, anunciou o Ministério das Infraestruturas, esta quinta-feira, em comunicado. A decisão corresponde a um recuo face ao que o Governo tinha definido numa portaria publicada a 2 de maio em Diário da República, e que estabelecia um limite de passageiros (máximo de dois terços da capacidade) nos voos. O uso de máscara comunitária continua a ser recomendado nos aviões, sendo aliás referido como obrigatório por vários companhias. Ler + (...)

Sem comentários: