[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

terça-feira, 12 de maio de 2020

Pandemia não trava crédito para a casa. Está em máximos de 2008

Bancos concederam 952 milhões de euros em novos empréstimos para a compra de casa, em março. É uma subida de quase 4% face a fevereiro e de mais de 9% face ao mesmo mês do ano passado. 

Os efeitos da pandemia ainda não estão a refletir-se na concessão de crédito para a compra de casa. Em março, mês em que foi reportado o primeiro caso de contágio pelo novo coronavírus em Portugal e o início do confinamento, a disponibilização de crédito à habitação ascendeu a 952 milhões de euros, um aumento de quase 4% face a fevereiro e de mais de 9% em comparação com o mesmo mês do ano passado. Trata-se ainda de um novo máximo desde 2008, em termos homólogos.
Dados divulgados pelo Banco de Portugal nesta terça-feira apontam para que os portugueses tenham ido buscar à banca 952 milhões de euros em março, acima dos 919 milhões de euros que se tinham verificado no mês anterior. Superam ainda os 870 milhões de euros concedidos no mesmo mês do ano passado. Ler + (...)

 

Sem comentários: