[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quarta-feira, 27 de maio de 2020

Sindicato quer subsídio para compensar professores por ensino a distância

O Sindicato dos Professores da Madeira (SPM) reivindicou hoje benefícios fiscais e um subsídio compensatório aos docentes por terem utilizado recursos pessoais no processo de ensino à distância (E@A), na sequência das medidas de contenção da covid-19.

Este procedimento só vingou porque os professores colocaram à disposição os seus recursos pessoais, como o computador, a internet, o telemóvel, o seu espaço em casa", disse o dirigente sindical Miguel Ganança, em conferência de imprensa, no Funchal.
O SPM apresentou hoje os resultados de um inquérito sobre o "ensino à distância em tempo de confinamento", ao qual responderam 502 professores, num universo de 6.000 que lecionam na Região Autónoma da Madeira. Ler + (...)

 

Sem comentários: