[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

segunda-feira, 29 de junho de 2020

Lixo eletrónico continua a crescer e aumentou 21% no espaço de cinco anos

A Ásia foi o continente que mais lixo eletrónico produziu em 2019. A Europa ficou no top três, logo a seguir à América.
Em 2019 foram produzidos 53,6 milhões de toneladas  de lixo eletrónico. O número é avançado pela União Internacional das Telecomunicações (UIT), uma organização das Nações Unidas, no âmbito do relatório anual de monitorização, Global E-Waste Monitor.
O documento prevê que o valor de lixo eletrónico atinja as 74 milhões de toneladas em 2030, o que representaria um aumento de 100% face ao registo de 2014. Note que, para as contas, são contemplados todos os aparelhos com bateria, ou ligação à tomada, que são descartados. Ler + (...)

Sem comentários: