[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

terça-feira, 30 de junho de 2020

O que mudou nos hábitos de consumo dos portugueses 100 dias após o estado de emergência?

Esta semana, o SIBS Analytics reúne informação sobre as compras dos portugueses desde 18 de março, com o típico consumidor a evitar o contacto físico e a continuar a optar pelo consumo de bens essenciais.

Como se alteraram os hábitos de consumo dos portugueses 100 dias após a implementação do Estado de Emergência? É esta a questão a que a SIBS e o Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) procuraram dar resposta com os novos dados agora divulgados. Apesar de o consumo em Portugal ainda estar 25% abaixo do expectável para esta altura do ano, um dos destaques vai, sem surpresas, para o crescimento do MB Way. No ecommerce, o valor médio de cada compra online voltou a aumentar, passando no último período analisado, entre maio e junho, para os 39,8 euros.
O relatório divulgado em comunicado observou três grandes fases no comportamento de consumo dos portugueses. A “preparação” refere-se ao período antes do início das restrições, entre 2 e 17 de março, enquanto o confinamento, com a média diária entre 18 de março, início do estado de emergência, e 3 de maio, demonstra a redução abrupta e significativa do consumo. A média diária de 4 de maio a 25 de junho revela uma progressiva recuperação dos níveis de transações. Ler + (...)

Sem comentários: