[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quarta-feira, 3 de junho de 2020

Portugal não tem uma estratégia contra a corrupção

O presidente da Associação Transparência e Integridade considerou hoje que o baixo nível de cumprimento por Portugal das recomendações feitas pelo GRECO, organismo do Conselho da Europa, "reflete que Portugal não tem uma estratégia nacional contra a corrupção".

João Paulo Batalha falava à agência Lusa a propósito do último relatório do Grupo de Estados contra a Corrupção (GRECO), que coloca Portugal, no final de 2019, numa lista de 15 países com baixo nível de cumprimento das recomendações anticorrupção dirigidas a deputados, juízes e procuradores.
Sublinhando que este relatório GRECO "não foi uma surpresa", tanto mais que é semelhante a dados divulgados em junho do ano passado, João Paulo Batalha observou, contudo, que Portugal continua a "não ter iniciativa", "nem vontade política" em matéria de combate à corrupção, limitando-se a adotar um comportamento "reativo" face às referências e avaliações negativas dos organismos internacionais naquele domínio. Ler + (...)

 

Sem comentários: