[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

sexta-feira, 17 de julho de 2020

Deixou passar o prazo do IRS? Saiba o que fazer e quais as consequências

O último dia para a entrega da declaração do IRS foi a 30 de junho. No entanto, ainda é possível fazer a entrega, mas há algumas consequências.

O prazo para entregar a declaração de IRS até é bastante extenso (de 1 de abril a 30 de junho), mas, ainda assim, existem sempre atrasos e esquecimentos. Por isso, se faz parte deste grupo de pessoas, não se preocupe, porque ainda pode entregar a sua declaração através do Portal das Finanças, como faria no período normal. Contudo, as más noticias é que fazê-lo fora do prazo tem as suas consequências.

1. Perda do direito das deduções à coleta

Estas são as deduções que dizem respeito às despesas gerais familiares, de educação, saúde, imóveis, lares e pensões de alimentos, onde podiam ser deduzidos entre 1.000 e 2.500 euros (dependendo do escalão). Esta consequência vai fazer com que deixe de poupar ao baixar o volume de impostos a pagar ou ainda que não tenha direito a receber o reembolso sobre estas despesas. Ler + (...)
 

Sem comentários: