[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

sexta-feira, 24 de julho de 2020

Empresas com quebras acima de 70% vão ter apoio adicional no novo lay-off

O "sucedâneo" do lay-off simplificado vai garantir às empresas com quebras de faturação de pelo menos 70% uma ajuda da Segurança Social para o pagamento dos ordenados devidos pelas horas trabalhadas.

Oapoio desenhado para suceder ao lay-off simplificado vai garantir às empresas com quebras de faturação de, pelo menos, 70% uma ajuda adicional da Segurança Social para o pagamento das remunerações devidas pelas aos trabalhadores pela horas trabalhadas, apurou o ECO.

Em resposta à pandemia de coronavírus, o Governo lançou, em meados de março, uma versão simplificada do lay-off, que permitiu aos empregadores em crise suspender os contratos de trabalho e reduzir os horários de trabalho, recebendo um apoio para o pagamento dos ordenados. A partir de agosto, esse regime excecional ficará disponível, contudo, apenas para as empresas com atividade encerrada por imposição legal ou administrativa. Ler + (...)

 

Sem comentários: