[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

sexta-feira, 3 de julho de 2020

Estado fica com 72,5% da TAP por 55 milhões de euros

O governo anunciou a decisão sobre a TAP. O Estado chegou a acordo com os acionistas privados da companhia aérea e compra 72,5% da empresa, evitando a nacionalização. Agora, "a TAP tem de passar por um processo de reestruturação", lembra Pedro Nuno Santos. Antonoaldo Neves está de saída.

O governo anunciou hoje que chegou a acordo com os acionistas privados da TAP, passando a deter 72,5% do capital da companhia aérea, por 55 milhões de euros, não tendo sido necessário nacionalizar a transportadora. O Estado não quer mandar na empresa, mas já ficou decidido que o atual CEO, o brasileiro Antonoaldo Neves, sai no imediato.
“De forma a evitar o colapso da empresa, o governo optou por chegar a acordo por 55 milhões de euros”, referiu o ministro das Finanças, João Leão, numa conferência de imprensa conjunta com o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos. Ler + (...)

Sem comentários: