[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quarta-feira, 12 de agosto de 2020

Radares que detetam quem trava e depois acelera chegam a Portugal

O Conselho de Ministros aprovou na semana passada a ampliação da Rede Nacional de Fiscalização Automática de Velocidade (SINCRO), a concretizar pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) até 2024.
Segundo o ministério da Administração Interna, a ampliação do SINCRO, num investimento total superior a 8,5 milhões de euros, irá contar com 50 novos Locais de Controlo de Velocidade (LCV) – 30 LCV de velocidade instantânea e 20 LCV para o controlo de velocidade média entre dois pontos.
Estes novos radares com capacidade para medir a velocidade média entre dois pontos são os primeiros do género em Portugal. Visam punir aqueles que reduzem repentinamente a velocidade quando se aproximam de um radar fixo e depois aceleram após a passagem do mesmo. Assim, cada vez que um condutor acelerar depois do radar fixo, o radar móvel trata de registar o excesso de velocidade, para depois punir o infrator com uma multa. Ler + (...)

Sem comentários: