[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

terça-feira, 8 de setembro de 2020

Banco de Portugal passa a supervisionar ativos virtuais

Passam assim a estar incluídas no elenco de entidades obrigadas ao cumprimento das regras preventivas do branqueamento de capitais e ao financiamento do terrorismo entidades que exercem algumas atividades com ativos virtuais. 

 O Banco de Portugal (BdP) vai passar a assumir competências de supervisão das entidades que exercem transações de ativos virtuais, anunciou o supervisor da banca, em comunicado, esta terça-feira. 

"O Banco de Portugal passa a assumir competências de supervisão das entidades que exercem serviços de troca, transferência ou guarda de ativos virtuais, no que diz respeito ao cumprimento das regras preventivas de branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo, com a entrada em vigor da Lei que transpõe a mais recente Diretiva europeia sobre esta matéria", sublinha a instituição, em comunicado
Passam assim a estar incluídas no elenco de entidades obrigadas ao cumprimento das regras preventivas do branqueamento de capitais e ao financiamento do terrorismo (BC/FT) as entidades que exercem alguma das seguintes atividades com ativos virtuais: Ler + (...)

Sem comentários: