[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

segunda-feira, 28 de setembro de 2020

Coca-Cola é o maior poluidor de lixo plástico do mundo…

q    Números exponenciais

Só nos primeiros seis meses de 2019, a Geórgia exportou 21,6 milhões de Kg. de lixo plástico, a maior parte destinada a países pobres com pouca capacidade de o gerir, incluindo Índia, Indonésia, Malásia, Paquistão, Senegal, Tailândia, Turquia e Vietname.

Coca-Cola é o maior poluidor de lixo plástico do mundo…

q  Pelo segundo ano consecutivo, a Coca-Cola foi eleita  maior poluidor de plástico do mundo, de acordo com uma investigação realizada pelo movimento Break Free From Plastic (Liberte-se do Plástico), formado por ONGs, universidades e associações.

q  Foram encontradas 12 mil embalagens de produtos da Coca-Cola em 37 países, colocando a gigante do sector de bebidas no topo da tabela, com 43% do total recolhido.

q  Atrás da Coca-Cola, aparecem Nestlé, PepsicolaMondelez Internacional e a Unilever.

q  Ao todo, 72 mil voluntários do movimento em 51 países colectaram 476.423 resíduos de plástico.

q   A Cola-Cola também foi a que mais lixo plástico gerou na África e na Europa e a segunda na Ásia e na América do Sul.

q  Nos Estados Unidos, a principal poluidora é a Nestlé, seguida pela Solo Cup Company e a Starbucks. 

q  Na Europa, a Heineken foi a terceira maior poluidora.

 

Expresso

Jornalista Mafalda Ganhão 22 de Janeiro de 2020

A HIPOCRISIA

q  Para a Coca-Cola, o cliente é que manda.

q  E se o cliente continua a exigir a sua bebida preferida nas tradicionais garrafas de plástico, icónicas, mas não reutilizáveis, assim continuará a ser servido.

q  Isto confirmou à BBC a vice-presidente da Coca-Cola para a área de Sustentabilidade e Assuntos Públicos.

q  Em Davos, para assistir ao Fórum Económico Mundial, na Suíça, Bea Perez explicou esta terça-feira (21 de Janeiro último) que a empresa não tem planos para desistir das garrafas: os consumidores ainda as querem, justificou.

(Não há maior hipocrisia que afirmações do estilo destas)

Sem comentários: