[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

sexta-feira, 9 de outubro de 2020

"Confraternizações familiares responsáveis por 67%" dos novos casos

 A ministra da Saúde, Marta Temido, e a diretora-geral da saúde, Graça Freitas, já falam ao país sobre os mais recentes desenvolvimentos da pandemia.

 Já começou mais uma conferência de imprensa, no Ministério da Saúde, sobre a evolução da pandemia no país. O briefing - que conta, esta sexta-feira, com a presença da ministra da Saúde, Marta Temido, e da diretora-geral da saúde, Graça Freitas, - começou, como já é habitual, com a atualização dos dados epidemiológicos em Portugal, após a Direção-Geral da Saúde (DGS) ter dado conta de que, nas últimas 24 horas, foram reportados mais 12 óbitos e 1.394 casos de Covid-19 confirmados, em todo o território nacional. 

No início da sua intervenção, Marta Temido começou por apontar que, numa análise sobre a posição de Portugal no contexto epidemiológico europeu, verifica-se que o país apresenta uma taxa de notificação acumulada e um Risco de Tansmissão, nos últimos 14 dias, superior a 1 por 100 mil habitantes."Estes indicadores inspiram-nos naturais preocupações sobre o ponto de vista da pressão sobre o Sistema de Saúde e no Serviço Nacional de Saúde (SNS)"Ler mais

Sem comentários: