[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

quarta-feira, 14 de outubro de 2020

Maioria dos cartões de crédito cobra juros máximos

 Só 29% dos cartões de crédito têm uma taxa de juros abaixo dos 15,3% de limite máximo permitido.

 Apenas três em cada 10 cartões de crédito não cobram a taxa de juro mais alta autorizada pelo Banco de Portugal. A maioria, 71% dos cartões existentes no mercado, cobra os juros máximos permitidos, aplicando uma taxa anual de encargos efetiva global (TAEG) de 15,3%. Além disso, a maior parte dos cartões de crédito ainda exige uma anuidade aos clientes e metade a chamada taxa de gasolineira (por cada transação numa estação de serviço). Estas são algumas das conclusões de um estudo da plataforma ComparaJá.pt.

"Atendendo a que o limite máximo imposto pelo Banco de Portugal para as taxas de juro no presente trimestre é de 15,3%, esta análise evidencia que a grande maioria dos bancos está a aplicar uma TAEG no limite máximo, ou muito próximo desse teto, isto mesmo quando cobram uma anuidade ao cliente", disse José Figueiredo, presidente executivo do ComparaJá.pt. No global, a TAEG média do mercado é de 14,6%. Ler mais

Sem comentários: