[ Diretor: Mário Frota [ Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira [ Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

sexta-feira, 2 de outubro de 2020

Microsoft afirma que a Rússia é responsável pela maioria dos ataques cibernéticos aos Estados Unidos


Relatório “Digital Defense Report” revela os países de origem da maior parte dos ataques, onde constam o Irão, China e Coreia do Norte. 

 No seu primeiro relatório “Digital Defense Report”, a Microsoft revelou os países que mais ciberataques lançaram contra os Estados Unidos. A particularidade é que a lista contempla os ataques que foram suportados diretamente por entidades estatais, com o objetivo de perturbar as atividades da nação.

Os dados baseiam-se nos clientes da Microsoft, sejam organizações ou indivíduos com contas na empresa, que sejam alvo ou comprometidos por atividades estatais que a tecnológica supervisiona. Sempre que há um ataque, a Microsoft entrega uma notificação NSN (Nation State Notification) ao respetivo cliente. E nos últimos dois anos, a Microsoft entregou 13.000 NSNs. Ler mais

Sem comentários: